Ataque contra cristãos deixa pelo menos 23 mortos

26-egito-onibus-atacado

Nessa sexta-feira, um ônibus e uma caminhonete que transportavam cristãos foram atacados deixando pelo menos 23 mortos e aproximadamente 25 feridos, em Minia, ao sul do Egito, região onde vive um número considerável da comunidade cristã egípcia. Homens armados abriram fogo contra os passageiros que estavam a caminho de um mosteiro. O número de mortos ainda é indefinido, algumas agências de notícias falam em 35, mas essa informação ainda não foi confirmada.

 O ônibus foi parado no meio da estrada e o motorista foi surpreendido por criminosos armados com metralhadoras. Existiam crianças entre as vítimas, de acordo com as fontes. No Egito, muitos frequentam cultos de sexta-feira, pois é quando começa o fim de semana deles. O presidente Al-Sisi já havia decretado estado de emergência depois que duas igrejas foram atacadas durante as comemorações de Páscoa, ocasião em que 49 pessoas morreram. Agora ele convocou uma reunião com os serviços de segurança do país.

Há tempos que os cristãos egípcios se queixam que o governo não leva a sério as preocupações em relação à vulnerabilidade deles. Enquanto isso, em Alarixe, região do Sinai, centenas de cristãos foram transferidos para Porto Said, na costa do mar Mediterrâneo, depois que sete cristãos foram atacados violentamente e mortos por extremistas islâmicos que estavam publicando vídeos e folhetos dizendo que os seguidores de Cristo evacuassem a área ou então morreriam. Continue orando pelos cristãos perseguidos no Egito.

Fonte:Portas Abertas
Publicidade
Publicidade

Aleatórios

Tecnologia do Blogger.