300 mil palestinos subiram ao monte do templo para as últimas orações do ramadã

Ontem à noite mais de 300.000 palestinianos subiram ao Monte do Templo, em Jerusalém, para o ritual da "Laylat al-Qadr" (Noite do Poder), a última noite do longo período do jejum do Ramadão, com a duração de um mês).

Devido ao assassinato de uma jovem polícia israelita há poucos dias atrás, as autoridades israelitas suspenderam as permissões de entrada em Jerusalém a palestinianos com idades compreendidas entre os 12 e os 40 anos oriundos da Judeia e da Samaria.

Para este último dia do Ramadão, as autoridades de Israel estão permitindo a entrada a homens com mais de 40 anos, a mulheres de todas as idades e a crianças menores de 12 anos. O primeiro-ministro Netanyahu anunciou entretanto que Israel irá aumentar as medidas de segurança na entrada do Portão de Damasco que dá acesso á Cidade velha.

O ministro da Segurança Pública Gilad Erdan informou terem havido 32 ataques nesse local nestes últimos 2 anos e meio. Os planos incluem a introdução de torres de controle, câmaras de vigilância e supervisão permanente através de drones.

Fonte:Shalom Israel
Publicidade
Publicidade

Aleatórios

Tecnologia do Blogger.