Jamais Adormecido

"De repente, uma violenta tempestade abateu-se sobre o mar, de forma que as ondas inundavam o barco. Jesus, porém, dormia. Os discípulos foram acordá-lo, clamando: 'Senhor, salva-nos! Vamos morrer!'" (Mateus 8:24-25)

Imagem relacionada

Você já teve a impressão de que Jesus estivesse dormindo enquanto você chamava por Ele? Já se perguntou: "Ei, Senhor, cadê Você? Está prestando atenção no que está me acontecendo?"

É assim que os discípulos devem ter-se sentido quando se acharam num barco durante uma severa tempestade, temendo por suas próprias vidas. Apesar das condições do tempo, Jesus dormia profundamente.

Já vi um barco muito parecido com aquele em que os discípulos provavelmente estavam. Há um museu em Israel que abriga o que é conhecido como o Barco de Jesus, que é um daqueles barcos que os pescadores tinham. Não era nenhuma nau sofisticada. Era um barquinho bem simples. Jesus conseguiu dormir numa área sob o convés superior, muito provavelmente exausto depois de um dia duro de ministério.

Num sentido técnico, Jesus estava dormindo. Mas, num sentido amplo, Deus jamais dorme. O Salmo 121:4: diz: "Sim, o protetor de Israel não dormirá, ele está sempre alerta!"

Jesus conseguiu adormecer porque descansava confiantemente na vontade de Seu Pai. E os discípulos também deviam ter feito isso. Ele lhes havia dito que ficariam bem. Na versão de Marcos dessa mesma história, Jesus lhes disse: "Vamos atravessar para o outro lado" (Marcos 4:35). Isso significava que eles iriam atravessar para o outro lado. Ele não lhes prometeu viagem fácil, mas prometeu uma chegada segura.

E embora o bramido da tempestade não tenha despertado Jesus, o clamor de Sua gente o despertou. No momento em que os discípulos clamaram, Ele atendeu imediata e poderosamente.

Precisamos fazer o que fizeram os discípulos quando se acharam no meio das tempestades da vida: precisamos clamar por Jesus.
Publicidade
Publicidade

Aleatórios

Tecnologia do Blogger.