Missionária continua pregando o evangelho aos 107 anos de idade


Em momentos de grande discussão no Brasil sobre aposentadoria, um exemplo de serviço ao Senhor é de Allie Candler, que foi chamada por Deus para missões aos 22 anos e ainda hoje aos 107, ela continua “servindo as pessoas” e falando a todos que pode sobre Jesus.

 Ela não acredita que alguém pode ser “velho demais” para ser usado por Deus, pois sempre defendeu que o Senhor pode usar todos que estiverem dispostos a servi-lo. Membro da missão Batista do Sul, a maior dos Estados Unidos, Candler testemunha que Deus a chamou para missões dois anos depois dela aceitar a Jesus. Na ocasião, o pregador perguntou: “Você foi salva, mas dedicou sua vida a Ele?”

Naquele dia, conta que sua oração foi: “estou pronta para ser usada como o Senhor quiser me usar”. Acrescentou ainda que Satanás tentou desencorajá-la a levar aquele propósito adiante, mas sua resposta foi: “Diabo, eu não escolhi isso, foi Deus quem me chamou”.

A senhora Candler serviu como missionária no estado da Virgínia, EUA e posteriormente foi eviada para o Japão, onde ficou por muitos anos. Várias pessoas de sua família também serviam a Deus, sendo que os seus dois irmãos foram pastores e sua irmã mais nova se casou com um pastor. Apesar da idade avançada, Allie diz que continua fazendo a obra missionária através de doações. “Você não pode dar mais para Deus que ele dá para você”, costuma dizer. Para ela, uma oferta é como “uma gota no oceano da provisão de Deus”.

Ela explica que usa toda oportunidade que tem para evangelizar e para orar pelas pessoas. Quanto é convidada a testemunhar, costuma estimular os jovens “a se envolveram com missões e a descobrir a vontade do Senhor para suas vidas”. Com informações BaptistPress
Publicidade
Publicidade

Aleatórios

Tecnologia do Blogger.