Pastor revela que Neymar continua dando dízimo

Jogador mantém relações com a Igreja Batista Peniel

O jogador do Paris Saint-Germain, Neymar, mantém suas ligações com a Igreja Batista Peniel à distância. O templo, cuja sede é no município de São Vicente, no litoral do estado de São Paulo, recebe o atleta desde os seus oito anos de idade.

 No entanto, Neymar tem enfrentado dificuldades de localização para se manter presente. Desde o ano de 2013, quando se transferiu para o Barcelona, sua presença e o contato com o pastor Newton Lobato, o presidente, tornaram-se raras.

Mas, de acordo com informações divulgadas pela revista Placar, o jogador de 25 anos ainda se mantém presente por meio de ligações telefônicas, mensagens pelo WhatsApp e pelos dízimos e ofertas, contribuições de caráter financeiro.

Em entrevista a revista esportiva, Newton Lobato afirma que a família e o jogador ainda possuem uma proximidade considerável, apesar das dificuldades de presença do atleta brasileiro.

O líder, que se considera um ‘mentor espiritual’ e amigo de Neymar, acredita que sua distância dificultou sua caminhada na fé cristã, o que inclui as festas, noitadas e, principalmente, as polêmicas com relação ao fisco na Espanha.

Durante a conversa, Newton não aceitou ser fotografado e não contou o valor – em espécie – que Neymar contribui em dízimo. A revista Veja, no entanto, estima que se a porcentagem de 10% seja respeitada, o valor dado pelo jogador por ano ultrapassa 20 milhões de reais.

Em 2010, em entrevista dada ao Estado de S. Paulo, Neymar chegou a falar sua visão acerca do dízimo e garantiu, na época – o jogador ganhava 400 mil – que a porção de 10% era entregue como fez quando ganhava menos de um salário mínimo.

“Para Deus, nada dói. E acho legal. A gente conhece bem o pastor da Peniel. Faz dez anos que estou lá e agora estão ampliando a igreja. Acho que se a gente acreditar em Deus, as coisas vêm naturalmente. Deus me deu tudo: dom, sucesso…”, disse.
Publicidade
Publicidade

Aleatórios

Tecnologia do Blogger.