Pastora desafia governo chinês, após ter igreja ameaçada: "Creio em Deus e não em vocês"

Xu Shizhen afirmou que não tem a mínima intenção de parar as atividades de seu ministério
As igrejas sem registro, às vezes chamadas de igrejas subterrâneas, operam fora do controle do governo. (Foto: Reprodução).

Uma pastora de uma igreja ordenada por oficiais da província de Hubei, na China, desafiou o governo local após ser ameaçada de ter a congregação fechada. A líder cristã prometeu não acatar as ordens do parlamento, dizendo às autoridades: "Eu acredito em Jesus Cristo e não em vocês".

 A China Aid relata que, recentemente, os pastores da Igreja de Zion, Xu Shizhen e Xu Yuqing, receberam um aviso da agência local de assuntos religiosos após uma pregação em público onde foi distribuído panfletos evangelísticos com mensagens cristãs na Praça Guihua e na Praça da Estação Ferroviária.

Os oficiais alegaram que, como a igreja não estava oficialmente registrada no país e as "atividades religiosas" ocorreram fora dos locais aprovados, eles eram ilegais. No entanto, Xu Shizhen disse a um repórter da ChinaAid que ela não tem intenção de parar seu ministério.

Proibida

"O governo não me permite espalhar o Evangelho", disse ela. "Eu tenho feito trabalho missionário há 38 anos em Xianning. Eu plantei igrejas locais. Eles disseram que minha igreja atual não estava registrada e que não poderíamos evangelizar. No dia 23 de agosto eles foram a igreja duas vezes, às 11 horas da manhã e às 19:30”, detalhou.

“Eles me disseram que nossa forma de divulgar o Evangelho violava o Regulamento sobre Assuntos Religiosos, porque eu não estava registrada. Eles também disseram que as certificações que poderiam provar meu status expiraram", contou.

Anteriormente, Xu Shizhen serviu como pastora na Igreja Hongqiao, sendo esta uma igreja oficial, permitida pelo governo. No entanto, em abril de 2012, as autoridades dominaram o prédio depois que os membros da igreja haviam arrecadado fundos para construír um novo templo.

Perseguida

Os oficiais quebraram a caixa de doação e fizeram com que os membros da igreja ficassem de fora. "Eu deixei a igreja oficial depois que eu estabeleci a Igreja Hongqiao", disse Xu Shizhen. "O oficial me perguntou por que eu me recusei a aceitar a inspeção da agência, e eu falei que era porque eles tinham me desalojado da minha antiga igreja".

A pastora disse às autoridades: "Eu plantei muitas igrejas, mas vocês me expulsaram delas. Eu acredito em Jesus Cristo e não em vocês". As congregações registradas, também conhecidas como Igreja dos Três Seres, são aprovadas pelo governo e aderem a um conjunto rígido de regras estabelecidas pelo partido comunista. Entre outras regras, proíbe especificamente seus membros de "lavagem cerebral" adolescentes com crenças religiosas e levar as crianças a atividades religiosas.

As igrejas sem registro, às vezes chamadas de igrejas subterrâneas ou de casas, operam fora do controle do governo e, portanto, são tecnicamente "ilegais". Em algumas áreas, os governos locais fecharam igrejas não registradas, citando tais regulamentos.
Publicidade
Publicidade

Aleatórios

Tecnologia do Blogger.