GOSPEL TIMES

Seguir

Testemunhas de Jeová são acusadas de silenciar vítimas de abuso infantil

Mais de 100 pessoas procuraram o jornal The Guardian para denunciar o abuso sexual infantil e outros maus-tratos nas comunidades das Testemunhas de Jeová em todo o Reino Unido.

 Membros antigos e atuais, incluindo 41 supostas vítimas de abuso sexual infantil, descreveram uma cultura de acobertamentos e mentiras, com membros veteranos da organização, conhecidos como anciãos, desencorajando as vítimas a se apresentarem com medo de trazer “censura a Jeová” e sendo exilado da congregação e suas famílias.

 Uma investigação do  The Guardian também ouviu de 48 pessoas que sofreram outras formas de abuso, incluindo violência física quando eram crianças, e 35 que testemunharam ou ouviram sobre outras pessoas que foram vítimas de cuidados infantis e abuso.

 As histórias contadas ao The Guardian variavam de eventos de décadas atrás a mais recentes, e muitos dos que vieram a tona agora contataram .

Clique aqui e veja a matéria completa.
 
Este site ou as suas ferramentas de terceiros utilizam cookies, que são necessários ao seu funcionamento e necessários para atingir os objetivos ilustrados na política de cookies. Ao clicar em "Aceito" você concorda com o uso de cookies.