Gospel Times

Seguir

Pastor é preso em investigação das mortes dos filhos

O pastor Georgeval Alves Gonçalves, de 36 anos, pai de Joaquim e padrasto de Kauã, de 3 e 6 anos, foi preso em um hotel, na manhã deste sábado (28).

As crianças morreram em um incêndio na casa onde moravam em Linhares, no Espírito Santo, no último sábado (21).

O juiz Grécio Grégio expediu um mandado de prisão temporária, de 30 dias, contra o religioso. Segundo autoridades, George estava atrapalhando a investigação sobre o caso.

O pastor foi submetido a exames no Serviço Médico Legal de Linhares e depois seguiu à Penitenciária Regional de Linhares.

Nesta sexta-feira (27), aconteceu a terceira perícia na casa onde aconteceu o incêndio. Peritos, policiais civis e promotores do Ministério Público Estadual participaram do trabalho, que só terminou depois de quase quatro horas.

De acordo com o Gazeta Online, a Polícia Civil está tratando o caso como “complexo”. Agentes recolheram imagens de câmeras de segurança da rua onde as crianças moravam para análise.

A investigação também já confirmou que o pastor estava de fato dentro da casa quando as chamas começaram. A suspeita era de que ele teria deixado o filho e o enteado sozinhos.

Via:Pleno news