GOSPEL TIMES

Seguir

Polícia Civil prende pastor suspeito de pedofilia

A Polícia Civil de Santa Catarina prendeu um pastor suspeito de pedofilia neste domingo (8). Ele estava na cidade de Balneário Camboriú, no litoral, e iria começar um culto quando foi abordado pelos agentes.

Segundo as investigações, o pastor mantinha conversas de cunho sexual com uma pessoa menor de idade pelo WhatsApp. O religioso teria usado sua posição de liderança para fazê-la enviar fotos e vídeos pornográficos como forma de “livrá-la de uma maldição”.

O caso foi denunciado à polícia pela família. O pastor já tinha registros por crimes semelhantes na Justiça de Goiás, que então emitiu o pedido de prisão preventiva. O mandado foi cumprido pelo Setor de Capturas da Divisão de Investigação Criminal de Balneário Camboriú (DIC/BC).

O nome e sexo da vítima não foi revelado. Também não há informações sobre outras denúncias envolvendo o pastor.

 
Este site ou as suas ferramentas de terceiros utilizam cookies, que são necessários ao seu funcionamento e necessários para atingir os objetivos ilustrados na política de cookies. Ao clicar em "Aceito" você concorda com o uso de cookies.