Israel expulsa embaixador da Turquia

Israel expulsou o cônsul turco em Jerusalém horas depois de o embaixador de Israel na Turquia ter sido expulso nesta terça-feira devido às violentas manifestações de segunda-feira que mataram 60 palestinos em protestos ao longo da fronteira com Gaza.

A declaração oficial de Israel à Turquia sobre a expulsão do cônsul turco, Husnu Gurcan Turkoglu, foi idêntica a uma declaração anterior enviada pela Turquia a Israel para expulsar o embaixador Eitan Naeh .

Enquanto isso, a Bélgica convocou a embaixadora de Israel, Simona Frankel, para uma reunião na quarta-feira com um alto funcionário do Ministério das Relações Exteriores, enquanto as consequências diplomáticas de Gaza continuam em confrontos. O primeiro-ministro da Bélgica pediu na segunda-feira uma investigação internacional sobre os eventos em Gaza, enquanto liga a violência à transferência da embaixada dos EUA para Jerusalém.

O governo irlandês também convocou o embaixador israelense, Zeev Boker, para expressar seu choque e consternação com as mortes em Gaza, informou o Irish Times na terça-feira. A Irlanda pediu uma investigação independente da ONU.

Na segunda-feira, a África do Sul lembrou seu embaixador em Israel devido ao número de mortos em Gaza. "O governo da África do Sul condena nos termos mais fortes possíveis o mais recente ato de agressão violenta realizado pelas forças armadas israelenses ao longo da fronteira de Gaza", disse o Departamento de Relações Internacionais e Cooperação em um comunicado.

Fonte: Haaretz

Nemo enim ipsam voluptatem quia voluptas sit aspernatur aut odit aut fugit, sed quia consequuntur magni dolores eos qui ratione voluptatem sequi nesciunt.

Disqus Comments