Ir para o conteúdo principal

Após chamar Deus de louco presidente volta atrás

O presidente filipino tentou explicar suas últimas declarações controversas, nas quais ele questionou a lógica de Deus.

Presidente das Filipinas, Rodrigo Duterte, tentou esclarecer suas recentes declarações, na qual ele disse que Deus era "estúpido", explicando que sendo superior em que ele acredita " senso comum ", publicado no portal ABS CBN. A retificação ocorre em meio às duras críticas recebidas pela comunidade católica, que classificou o líder filipino como "louco".

Duterte, que cresceu como católico, declarou nesta segunda-feira durante um evento na cidade de Cagayan de Oro, no sul do país, que com suas palavras não se referia ao seu "próprio Deus".

"Eu não disse que meu Deus era estúpido, seu Deus não é meu Deus, porque o seu Deus é estúpido, o meu tem muito bom senso", disse ele.

Ele também acrescentou que ninguém tem o direito de forçá-lo a acreditar em Deus, uma vez que isso depende de uma decisão individual. "Se eu escolher não acreditar em qualquer divindade, qual é o problema? É sobre a liberdade de escolha de cada um", disse ele.

No domingo passado, o presidente filipino chamou Deus de "estúpido" dizendo que lhe parecia absurdo que o Todo-Poderoso criasse "algo perfeito" e depois o destruísse pelo pecado original dos primeiros humanos, Adão e Eva.Com informações RT
Tópicos:  

Veja Também

 
Vídeo

Brasil

Brasil

Mundo

Mundo

Política

Política

Devocional

Devocional
Gospel Times

Seguir