Pastor morre abraçado em púlpito após erupção de vulcão

junho 09, 2018
No domingo, uma erupção vulcânica abalou o país da Guatemala, matando 99 pessoas enquanto outras 200 continuam desaparecidas.

Três dos mortos eram pastores, um de uma família que perdeu um total de 18 membros.

 Um pastor evangélico, Camilo Antonio Galicia Pamal da aldeia de El Rodeo em Esquintla, foi encontrado morto em sua igreja segurando o púlpito. Ele foi um dos 18 membros da família que morreram da erupção vulcânica de Fuego.

Sua esposa, cinco de seus filhos e quatro de seus netos também faleceram na Igreja Missionária como resultado da erupção vulcânica.

O pastor evangélico era conhecido por seu amor pelos outros. Antes de sua morte, Pamal postou na mídia social dizendo: “a empatia e o amor ao povo podem ser vistos quebrando barreiras religiosas desnecessárias apresentadas pelo mundo”.

Uma das filhas do pastor que sobreviveu à erupção, observou que desde a erupção no domingo, ela toma tranquilizantes.

“Eu estava na minha casa quando tudo aconteceu, consegui sair com vários dos meus parentes, mas os de outras casas não conseguiram”, afirmou Irma Pamal.

Nenhum comentário

Postar um comentário

Não Perca
© Alguns direitos reservedos
2018
Feito com & por JC Design