Juiz bloqueia a ordem de soltura do ex-presidente Lula

O desembargador João Pedro Gebran, relator dos processos no caso de corrupção Lava Jato,determinou que a decisão no mesmo dia pelo juiz Rogério Favreto não devem ser atendidas.

Na decisão o juiz pede a libertação do ex-presidente  Luiz Inácio Lula da Silva.

"Determine que a autoridade e a Polícia Federal do Paraná se abstenham de praticar qualquer ato que modifique a decisão colegiada", disse Gebran, de acordo com o G1 .

Gebran, responsável por analisar e julgar os recursos de todos os presos condenados pela Lava Jato, expressou sua decisão em um documento oficial . Neste, ele reiterou sua autoridade no caso do ex-presidente e assegurou que o processamento do habeas corpus deve ser revisado por ele.

Favreto determinou que a liberação deveria ser efetivada em 8 de julho, depois de um pedido de habeas corpus. No entanto, a ação foi imediatamente criticada por Sergio Moro, o juiz que condenou Lula, que acusou Favreto de não ter "competência suficiente" para tomar essa decisão, e o árbitro do tribunal não tinha "poderes suficientes". para autorizar a sua libertação.
+ Recentes
© all rights reserved
made with by JC Design
Uso de Cookies: Este portal, como a maioria dos portais da Internet, usa cookies para melhorar a experiência do usuário. Obter mais informações