Unesco declara sítios cristãos no Japão como Patrimônio da Humanidade

Reconhecimento inclui a Catedral de Oura, dedicada à cristãos japoneses e estrangeiros executados no século XVI.
A Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (Unesco) declarou neste sábado doze sítios cristãos no Sul do Japão como Patrimônio da Humanidade. Entre os locais está a catedral católica de Oura, em Nagasaki, dedicada a 26 cristãos executados no século XVI.

O reconhecimento engloba dez localidades da região de Nagasaki, o castelo de Hara, na península de Shimara, e a catedral de Oura, chamada também pelos japoneses de Catedral de Urakami.

O cristianismo no Japão remonta a 1549, quando o missionário jesuíta europeu Francisco Javier chegou ao país com outros dois companheiros e começou a pregar sua mensagem no Oeste do país. Sua influência crescente gerou preocupação entre os então “senhores da guerra” do Japão, com a perseguição aos cristãos começando a partir de 1589.

Os cristãos homenageados na catedral de Oura – 20 japoneses e seis estrangeiros – foram executados em Nagasaki em 1597, quando a perseguição aumentou.

De estilo gótico, a catedral, construída em 1864 por padres franceses, é o edifício cristão mais antigo do Japão.

O governo designou a catedral de Oura Patrimônio Nacional em 1933. A igreja foi danificada pela explosão da bomba atômica lançada pelos Estados Unidos sobre Nagasaki em 9 de agosto de 1945, no fim da Segunda Guerra Mundial.

Outros sítios que também entraram para a lista de Patrimônio da Humanidade da Unesco incluem a localidade de Sakitsu, em Amakusa, na região de Kumamoto (Sudoeste), onde os cristãos praticaram sua fé em sigilo durante a era Edo, de 1603 a 1868.

Na ilha de Kuroshima, outro dos locais classificados, o templo budista ocupa hoje o lugar da antiga igreja Shuntokuji (Dos Santos), fundada por portugueses, exemplo atual de tolerância religiosa, onde uma imagem de Maria está ao lado de um Buda.

Durante a primeira metade do século XVII, 75 missionários jesuítas foram executados e estima-se que mais de mil cristãos foram mortos.Com informações Mundo-Nipo
+ Recentes
© all rights reserved
made with by JC Design
Uso de Cookies: Este portal, como a maioria dos portais da Internet, usa cookies para melhorar a experiência do usuário. Obter mais informações