Brinco grego antigo encontrado no local de Jerusalém Oriental

Na quarta-feira, Israel revelou um brinco de ouro, datado do segundo ou terceiro século aC, encontrado à sombra das muralhas da Cidade Velha, na Jerusalém Oriental anexada por Israel. 

A Autoridade de Antiguidades de Israel (IAA) disse que o artefato, no estilo helenístico e com formato de animal com chifres, foi encontrado em outubro no Parque Nacional da Cidade de David, entre a Cidade Velha e o bairro palestino de Silwan.

 O achado não foi anunciado publicamente até agora para dar aos arqueólogos tempo para estudar a descoberta e publicar um trabalho acadêmico.

 “Não está claro se o brinco de ouro foi usado por um homem ou uma mulher, nem sabemos sua identidade cultural ou religiosa, mas podemos afirmar com certeza que quem usava esse brinco definitivamente pertencia à classe alta de Jerusalém”, disse um comunicado da IAA. , citando “a qualidade da peça de ouro de jóias”. 

Após a conquista de Alexandre, o Grande, no século 4 aC, Jerusalém permaneceu sob o domínio helenista pelos próximos 200 anos. “Não sabemos muito sobre Jerusalém no período helenístico”, disse à AFP Yuval Gadot, da Universidade de Tel Aviv, e co-diretor das escavações. “Isso abre um debate sobre a natureza da população de Jerusalém” na época, disse ele.

 A cidade de David é administrada como um parque arqueológico pela organização de colonos linha-dura Elad, que busca reforçar a presença judaica na Jerusalém Oriental, principalmente palestina.

Nemo enim ipsam voluptatem quia voluptas sit aspernatur aut odit aut fugit, sed quia consequuntur magni dolores eos qui ratione voluptatem sequi nesciunt.

Disqus Comments