Skip to main content

Aumenta para 58 o número de mortos devido ao rompimento de uma barragem em Brumadinho-MG

O número de mortos após rompimento de uma barragem na cidadede Brumadinho, Minas Gerais, subiu para 58 pessoas,  informou neste domingo o porta-voz da Agência de Proteção Civil do Estado brasileiro, Flavio Godinho.

Horas antes, as missões de resgate foram suspensas devido à ameaça de ruptura em uma segunda barragem na cidade que levou à evacuação de 24 mil moradores, segundo as autoridades. O número de desaparecidos é de cerca de 280.


Os bombeiros de Minas Gerais e membros da Defesa Civil foram avisando casa a casa e cortando várias estradas até o vale onde a tragédia ocorreu na sexta-feira, diante do medo de que um acidente pudesse se repetir.

O último balanço eleva para 166 o número de trabalhadores da Vale, a operadora da represa, que desapareceu e 130 pessoas fora da mina que ainda não foram localizadas. Quanto aos 176 evacuados vivos, 23 estão hospitalizados.

A barragem que se rompeu era usada para a recirculação de água em uma instalação de contenção de resíduos para eventos de emergência. No site da Vale, que pode conter até um milhão de metros cúbicos.


O governo da região mineira impôs uma multa de 99 milhões de reais  à empresa proprietária da mina pelos danos causados ​​pelo colapso da barragem.


Tópicos:
Exibir Comentários

 
GOSPEL TIMES

Seguir