Ir para o conteúdo principal

80 por cento dos perseguidos no mundo são cristãos, diz novo relatório

Estima-se que 80 por cento de todos os religiosos perseguidos em todo o mundo são cristãos, de acordo com o novo relatório britânico que também diz que o nível de perseguição em algumas áreas "está chegando perto de alcançar a definição internacional de genocídio".

O relatório foi preparado por um painel liderado pela Rt. Rev. Philip Mounstephen, bispo de Truro dentro da Igreja da Inglaterra, e comissionado pelo ministro britânico das Relações Exteriores, Jeremy Hunt.

A perseguição mundial aos cristãos, diz o relatório, está apenas piorando.

“O cristianismo agora enfrenta a possibilidade de ser eliminado em partes do Oriente Médio, onde suas raízes remontam mais longe. Na Palestina, os números cristãos estão abaixo de 1,5%; na Síria, a população cristã declinou de 1,7 milhão em 2011 para menos de 450 mil e no Iraque, os números cristãos caíram de 1,5 milhão antes de 2003 para menos de 120 mil atualmente.

"O cristianismo corre o risco de desaparecer, representando um enorme revés para a pluralidade na região".

Os cristãos estão fugindo de alguns países, diz o relatório, devido à perseguição que está se aproximando dos níveis de genocídio.

“Em algumas regiões, o nível e a natureza da perseguição estão chegando perto de atender a definição internacional de genocídio, de acordo com o adotado pela ONU”, diz o relatório . “A erradicação de cristãos e outras minorias sob pena da 'espada' ou outros meios violentos revelou-se o objetivo específico e declarado dos grupos extremistas na Síria, Iraque, Egito, nordeste da Nigéria e Filipinas.

“A intenção de apagar todas as evidências da presença cristã foi esclarecida pela remoção de cruzes, a destruição de edifícios da Igreja e outros símbolos da Igreja.”

O relatório citou outros estudos que disseram:

  • Os cristãos foram alvo em 144 países em 2016, um aumento de 125 em 2015. 
  • Um total de 245 milhões de cristãos sofreram "altos níveis de perseguição" de acordo com um relatório de 2019 - um aumento de 30 milhões em relação ao ano anterior.
  • 736 ataques contra os cristãos da Índia foram registrados em 2017, acima dos 348 em 2016.
  • Cerca de 2.000 igrejas na província de Zheijiang, na China, foram atacadas entre 2014 e 2016. Elas foram completamente destruídas ou tiveram seus cruzamentos removidos por oficiais do governo.
  • Mais cristãos foram mortos em 2018 na Nigéria por causa de sua fé religiosa do que em qualquer outro país do mundo. A Nigéria foi responsável por 3.731 de 4.136 mortes nessa categoria. Cerca de 200.000 cristãos nigerianos correm o risco de serem mortos.

Estima-se que 80 por cento de todos os crentes religiosos perseguidos são cristãos, diz o relatório.

“Dada a escala de perseguição aos cristãos hoje, indicações de que está piorando e seu impacto envolve a dizimação de algumas das comunidades mais antigas e duradouras do grupo de fé, a necessidade de os governos darem prioridade crescente e apoio direcionado especificamente a essa fé. comunidade não é apenas necessária, mas cada vez mais urgente ”, diz.

O trabalho de Mounstephen foi um relatório provisório. O relatório completo deverá ser divulgado até o final de junho.
Tópicos:

Veja Também

 
Vídeo

Brasil

Brasil

Mundo

Mundo

Política

Política

Devocional

Devocional
Gospel Times

Seguir